O Leitor e o Escrevedor de Cartas
13/02/2009
Castro Camera e seu legado
22/02/2009

A dúvida

 

doubt

O que se pode dizer de ” Doubt”?

Maryl Streep está mais velha e mais madura. Ou seja, está perfeita.

 A condução da trama, repleta de insinuações levantadas por suposisções de um sentimento de extrema confiança e certeza íntimas, é carreada de forma absolutamente intrigante. Nunca se sabe se realmente, o Padre Flynn fez algo. Em , outras palavras, se realmente houve o abuso sexual. Insinuações e ilações  é o fio  condutor de toda a personagem de Meryl.

Philip Seymour Hoffman também está ótimo. Nem lembra o escritor afetado em “Capote”. Ele compõe outro personagem sem nenhuma nuance de um respaldo  do louvor de indicação pretérita do Oscar. Ele constroi esplendorosamente o Padre Flynn.

Mas fica o registro da incapacidade de realmente concluir se houve algo ou não. Nesse processo de irresolução dos fatos  e da incompreensão das ações, restam as mesmas palavras da Irmã Alloysius:

I have doubts!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *