Revisitando Morrissey
22/05/2009
Seriados Gays
27/05/2009

A Loucura do Não

No fim, todos são malucos.

Não entendem a impossibilidade da amizade.

Querem mandar e por isso são os sóbrios.

Eu estive fraco, mas agora sou altivo- a  partir de hoje 24.05.09.

Mas não quer dizer vingativo.

É apenas a real codição presente

… o telefone toca, mas eu digo não aos novatos.

Ainda não.

Mas não quero ser esnobe, é apenas o final.

E pra que acompanha: basta!

3 Comentários

  1. Jose Antonio disse:

    ” Deus é paciencia.Qualquer amor é um pouquinho de saúde,um descanso na loucura…”Guimarães Rosa,o Sábio Brasileiro

    • Roberto Dias disse:

      Engraçado compreender literatura como uma releitura de tudo. Estou trabalhando, na Faculdade, Clarice Lispector e Guimarães Rosa.
      Pois bem, escrevi essa poesia como uma conclusão para os fatos de incompreensão do término de um relacionamento.
      A negativa para a afirmação do amor tem seus próprios fundamentos, mas eu falo do “não” como uma possibilidade da resposta à paciência.
      Não, nesse sentido , encerra o pensamento do amor solitário, perdido no profundo sentido do amor. Pois amor é reconhecer em si a impossibilidade de ser repleto numa relaçao a dois; é reconhecer-se sozinho , mas em contato com o amor latente.
      _ Eu sou louco? Pergunto-me nesse início de fim.
      […]
      Mas Clarice fala da ” aceitação das incompreensões e não das compreensões” como mote do amor. Portanto, estou no caminho , mas não construo tudo sozinho. Por essa razão, fico sozinho na minha loucura incompreendida.
      Amor é complicado. Mas dizem que ele está nessas implicaturas da complexidade.
      Quero acreditar que está na simplicidade de tudo. Eu ainda sou muito complexo.

      P.S: Obrigado pelo carinho, Irmão.

  2. Marylícia disse:

    Como não, aos novatos? você é aberto e flexível, esse seu poem é bem interessante, mas em relação as novas amizades, isso não ocorre…rs
    Sucesso para você!!!
    De sua nova amizade
    Marylícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *