Entrevista ao MLE (Movimento pela Liberdade para Educar)
30/04/2016
Entrevista ao Jornal O DIA (Teresina-PI)
30/04/2016

Escritas em curso no WATTPAD

 

 

 

O Mosaico

 

Os abrigos representavam o nosso mundo, o mundo irracional que trazíamos de fora, da rua. Nossa catinga não se filtrava nas máscaras dos nossos tratadores. Éramos fustigados feitos bichos sem carinho ou lembrança do toque. Poucos se aproximavam para a conversa, a não ser aqueles obrigados por um juramento de ética deles de se apiedar, humanisticamente, de nossa parte animal. A vara que nos fustigava era longa; a distância era um prêmio para conservação das ruas raças, embora soubéssemos sempre quem sobreviveria.”

 

 

O caderno de Jônatas

 

 

Nicholas convive, depois das morte dos pais - num acidente sem explicações ainda superadas -, com o primo Jônatas e a Vó Gê.
Eles convivem no mesmo ambiente, sendo que Vó Gê possui uma doença degenerativa que provoca momentos de lucidez e loucura. Espaço pronto para desafios e descobertas nos quais estas relações envolvem estas personagens.
Cabe  então a Nicholas descobrir todos os mistérios escondidos nos mundo de silêncio e de desordem de seus parentes.
Prontos para acompanhar esta estória?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *