Lançamento do livro AS DIVINAS MÃOS DE ADAM
28/05/2017
Algumas palavras sobre um texto dramático pelo dramático e poético de um ator
13/06/2017

RAROQUERER HARAQUIRI

 

RAROQUERER HARAQUIRI

MONÓLOGO
A proposta é de apresentação de um monólogo intimista, mas que adentra a magia do processo criativo de um escritor em busca de seu melhor texto. Para isso, vai à sua infância, procurando pela parte mais ingênua e mais sincera. Então, nesta simulação da sua própria vida, vestido de gueixa, Germano vai se desconstruindo perdendo sua ingenuidade e deixando o público sensibilizado pela sua nudez da alma. Neste diálogo direto com suas memórias, ele releva seu melhor texto, enredando a plateia no próprio percurso da sua história, que não deixa de ser qualquer a de qualquer um de nós. Enquanto vai se desmontando, ele vai relatando sua intimidade do relacionamento recém-acabado, a solidão, a relação delicada com o pai. De repente, a gueixa deixa de existir e dá lugar a um ser andrógino que busca uma metáfora de autodesconstrução. Retira a maquiagem da gueixa e se transforma em algo ainda mais disforme. Num momento final, no auge de sua anulação, simulando a ideação de um ritual de haraquiri, ele descobre sua real natureza.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *